,Pequena coreografia do adeus – Helena Cerello entrevista Aline Bei

Por Helena Cerello e Aline Bei. Revisão: Aline Machado. Pequena Coreografia do Adeus Helena é, até então, intérprete una da personagem narradora do já clássico “O Peso do Pássaro Morto”. Única atriz a viver esta icônica personagem em carreira profissional, certamente fora também a artista a ter mais sucesso na empreitada de capturar uma coisa… Continue lendo ,Pequena coreografia do adeus – Helena Cerello entrevista Aline Bei

,O sintoma da cidade amor – e outras fissuras em poema. Sobre a obra poética da escritora Flávia Andrade

Por Marcio Tito. O primeiro livro da autora (responsável por engajar a artista na luta por um espaço diverso e amplo) Brevíssima introdução - Sobre o livro de poemas “A Cidade do Tempo Cão (e outros poemas de fissuras)”. Da obra da poeta Flávia Andrade, editado pela editora Patuá, em fevereiro de 2020. “O entardecer… Continue lendo ,O sintoma da cidade amor – e outras fissuras em poema. Sobre a obra poética da escritora Flávia Andrade

,Feeling seen – 5 pains painted by Junior Santos

Per Marcio Tito. Mental locks The artist Junior Santos seems to know that lights and shadows dispute the narrative of desire and the narrative of lack that completes us as people. In a similar, but absolutely different way, we are all vying with ourselves for ownership of our own lives. Thus, between the alterities of… Continue lendo ,Feeling seen – 5 pains painted by Junior Santos

,O Ofício do Ator! Uma entrevista com Júlio Oliveira

Por Cíntia Duque. Revisão: Aline Machado. Arquivo pessoal Júlio Oliveira, 31 anos, nascido em São Paulo, tem um currículo de tirar o fôlego. Sim, senhoras e senhores, Júlio possui em seu currículo mais de 30 peças de Teatro; na TV esteve em novelas como “Ti Ti Ti”, “Sangue Bom”, 2 temporadas de “Os Dez Mandamentos”… Continue lendo ,O Ofício do Ator! Uma entrevista com Júlio Oliveira

,Antologia Virtual da Poesia Brasileira Contemporânea – Edição Emergencial

Antologia Virtual da Poesia Brasileira Contemporânea II - Arte: Lia Petrelli Curadoria & organização: Marcio Tito e Lia Petrelli. Concepção: Marcio Tito. Revisão: Aline Machado. Produção: Equipe Deus Ateu. Prefácio: Por Marcio Tito. Tantas vezes perguntei - como é que se faz arte numa situação de colapso? - e que pergunta idiota! É justamente no… Continue lendo ,Antologia Virtual da Poesia Brasileira Contemporânea – Edição Emergencial

,A Internet contra a Revolução Industrial – ou como as identidades pós-modernas criaram novos mercados artesanais

Por Marcio Tito. Revisão: Aline Machado. Este texto transforma em unidade períodos entre 1760 (início da Revolução Industrial) e 1962 (Latas de Sopa Campbell - crítica estética de Andy Wharhol ao flerte entre as artes e a massificação de produtos pela publicidade e o capital). Passando pelos séculos 18, 19, 20 e 21, em uma… Continue lendo ,A Internet contra a Revolução Industrial – ou como as identidades pós-modernas criaram novos mercados artesanais

,O vestir pós-moderno: Os Parangolés de Oiticica

Por Ana Paula Mendonça e Guilherme Paes. Revisão: Aline Machado. Caetano Veloso veste um dos primeiros parangolés. A relação estreita entre os dois artistas inspirou Veloso a batizar o título da canção Tropicália, termo criado por Oiticica Introdução Parangolés são objetos vestíveis que fizeram parte das obras de Hélio Oiticica a partir de 1964, quando… Continue lendo ,O vestir pós-moderno: Os Parangolés de Oiticica

,Departamentos Misteriosos – Uma entrevista com Chico Carvalho

Por Marcio Tito. Revisão: Aline Machado. A Grande Orquestra do Mundo (2020) Fora um ou outro dramaturgo ou dramaturga sofrerem análises demasiado cartesianas em cursinhos pré-vestibulares, ou alguma dramaturgia de sucesso internacional tornar-se filme em Hollywood, quase nunca ouvimos falar do teatro (fora do ambiente teatral, fora da comunidade dos artistas de teatro). O assunto… Continue lendo ,Departamentos Misteriosos – Uma entrevista com Chico Carvalho

,Com prazer, correr mais riscos – Uma entrevista com Pedro Barreiro

Por Marcio Tito. Pedro Barreiro, artista inquieto e constante. Retrato no Brasil. MT - Pedro, quase sempre escrevo durante a noite, ou em trânsito dentro de um carro, ou em público (como que fugindo daquele espaço-tempo). Contudo, porque escrever é como existir, termino me tornando cada vez mais presente no mundo e é desse símbolo… Continue lendo ,Com prazer, correr mais riscos – Uma entrevista com Pedro Barreiro

,O Elogiador do espaço – Uma entrevista com Rogério Skylab

Por Marcio Tito. Rogério Skylab Com singular fosforescência na música popular, sua continuada e determinada produção reconforta a cultura fora do mainstream.  Com sua obra, Rogério sugere e confirma uma festa da autonomia e hiper-valoriza o contraditório, enquanto articula visual e sonoramente para além do discurso, sobretudo, uma experiência inscrita na identidade e na verbalização… Continue lendo ,O Elogiador do espaço – Uma entrevista com Rogério Skylab