,Departamentos Misteriosos – Uma entrevista com Chico Carvalho

Por Marcio Tito. Revisão: Aline Machado. A Grande Orquestra do Mundo (2020) Fora um ou outro dramaturgo ou dramaturga sofrerem análises demasiado cartesianas em cursinhos pré-vestibulares, ou alguma dramaturgia de sucesso internacional tornar-se filme em Hollywood, quase nunca ouvimos falar do teatro (fora do ambiente teatral, fora da comunidade dos artistas de teatro). O assunto… Continue lendo ,Departamentos Misteriosos – Uma entrevista com Chico Carvalho

,Com prazer, correr mais riscos – Uma entrevista com Pedro Barreiro

Por Marcio Tito. Pedro Barreiro, artista inquieto e constante. Retrato no Brasil. MT - Pedro, quase sempre escrevo durante a noite, ou em trânsito dentro de um carro, ou em público (como que fugindo daquele espaço-tempo). Contudo, porque escrever é como existir, termino me tornando cada vez mais presente no mundo e é desse símbolo… Continue lendo ,Com prazer, correr mais riscos – Uma entrevista com Pedro Barreiro

,O Elogiador do espaço – Uma entrevista com Rogério Skylab

Por Marcio Tito. Rogério Skylab Com singular fosforescência na música popular, sua continuada e determinada produção reconforta a cultura fora do mainstream.  Com sua obra, Rogério sugere e confirma uma festa da autonomia e hiper-valoriza o contraditório, enquanto articula visual e sonoramente para além do discurso, sobretudo, uma experiência inscrita na identidade e na verbalização… Continue lendo ,O Elogiador do espaço – Uma entrevista com Rogério Skylab

,Documento Produção. Aproximações e tensões entre o presencial e o digital

Por Marcia Marques. Primeiros na pausa. Últimos na retomada. Este documento de raríssima multiplicidade procura apresentar de modo breve, porém analítico, alguns comentários e outras intuições acerca do trabalho de produzir festivais num distante país chamado Brasil. As tensões e semelhanças do momento aparecem enquanto estertores de uma atividade fundamental, legítima e da maior importância.… Continue lendo ,Documento Produção. Aproximações e tensões entre o presencial e o digital

,Mulheres na Poesia, por Flávia Andrade

Por Marcio Tito. Revisão: Aline Machado. Flávia Andrade - autora e curadora. Mulher de artes Vi a página @mulheresnapoesia surgir. Elegante, sempre ativa e com um recorte bem definido, aos poucos (porém numa velocidade enorme) o espaço gestado e administrado pela poeta Flávia Andrade passou a ocupar um lugar bastante oportuno – publicando e guardando… Continue lendo ,Mulheres na Poesia, por Flávia Andrade

.Um resgate afetivo! – Com Marcelino Melo

Por Marcio Tito. Revisão: Aline Machado O artista procura nessa perspectiva o equilíbrio. Uma quebradinha bem sucedida! Quando vi o elegantíssimo e refinado trabalho do @quebradinha_ nas redes, antes do aplauso mental, veio um certo desconforto. Naquele instante eu entendia que estavam cercando sua obra com palavras que não surgiam para completar o significado daquele… Continue lendo .Um resgate afetivo! – Com Marcelino Melo

,Sentimento visto – 5 dores pintadas por Junior Santos

Por Marcio Tito. Revisão: Aline Machado Vazio O artista Junior Santos parece saber que luzes e sombras disputam a narrativa do desejo e a narrativa da falta que nos completa enquanto gente. De modo similar, mas absolutamente diverso, estamos todos disputando conosco a posse de nossas próprias vidas. Assim, entre as alteridades da alma e… Continue lendo ,Sentimento visto – 5 dores pintadas por Junior Santos

,Cinco imagens de Mariana Gualberto por Yve Louise

Corpo investigado e visto, luz e sombra na carne. Curadoria e seleção: Guilherme Paes e Marcio Tito Revisão: Aline Machado Texto escrito por Yve Louise. Por Mariana Gualberto O que um corpo carrega de si e do mundo? Em que linha da sua sinuosidade está delimitado o que é fora e o que é dentro?… Continue lendo ,Cinco imagens de Mariana Gualberto por Yve Louise

,Frágil Forte Frágil – Sobre a escultura de Gabriel Salvador

Por Marcio Tito. Frágil, por Gabriel Salvador. Duas esculturas que funcionam separadas e agrupadas, e recebem o mesmo título, em qualquer dinâmica. Sempre que luto para flagrar alguma "verdade" possível de ser compartilhada, entre o olhar especializado e os sentidos do público perante a experiência, firmo pé em tratar a obra através de metáforas, paradoxos… Continue lendo ,Frágil Forte Frágil – Sobre a escultura de Gabriel Salvador